sábado, 24 de fevereiro de 2018

Afición de Pedro Marques galardoada na Gala Taurina de Santander



Realizou-se ontem no Hotel Palácio del Mar, em Santander (Espanha), a XXIII Gala Taurina anual de entrega de prémios aos triunfadores da última temporada, onde o conhecido aficionado português Dr. Pedro Marques (foto ao lado) teve honras de ser galardoado com o troféu "Curro Féten" em reconhecimento pela sua exemplar aficion e constante presença nas principais feiras taurinas do país vizinho.
Foram ainda premiados nesta noite solene e de grande glamour os matadores de toiros Ginés Marín, José Maria Manzanares, Juan José Padilla, Álvaro Lorenzo, Jiménez Fortes, Victor Puerto, Alejandro Marcos e Manuel Jesus "El Cid", o rejoneador Diego Ventura, o novilheiro Pablo Mora, a ganadaria de Adolfo Martín e Guillermo Benítez (foto de cima).

Fotos D.R.

O toiro de Canas Vigouroux para o Concurso de Páscoa em S. Manços


Este é o magnífico exemplar de Canas Vigouroux para o Concurso de Ganadarias de Domingo de Páscoa, 1 de Abril, na praça alentejana de S. Manços, uma organização do empresário Rui Palma, em que, além deste, disputarão os prémios de bravura e de apresentação toiros das divisas de Palha, Veiga Teixeira, Cunhal Patrício, Fernandes de Castro e Engº Jorge de Carvalho.
Para os lidar e pegar estarão em praça os cavaleiros Francisco Palha, Miguel Moura e Luis Rouxinol Júnior e os grupos de forcados de Évora e de S. Manços.

Foto D.R.

Eduardo Oliveira "bordou o toureio" em tenta na ganadaria Palha



O matador de toiros Eduardo Oliveira - que este ano regressa às arenas para fazer a sua despedida - "bordou o toureio" esta manhã numa tenta na Quinta da Adema, santuário da histórica ganadaria Palha, na lide de duas vacas de excelente nota em que se evidenciou com o capote em arrimadas "chicuelinas" e pôde depois encantar os presentes com a sua arte e o seu temple em profundos "naturais" que rematou com a muleta com "passes de peito" que foram verdadeiras pinturas de bom toureio.
Eduardo Oliveira, que esteve acompanhado pelos bandarilheiros Fábio Machado e Pedro Gonçalves - a seu lado nesta foto - foi o 25º matador de toiros português e tomou a sua alternativa a 15 de Agosto de 1989 em Almendralejo, apadrinhado por Curro Vásquez, com Luis Reina como testemunha.
Afastado das arenas - mas não dos treinos - há alguns anos, Eduardo Oliveira (também antigo e valoroso forcado, antes de enveredar pelo toureio a pé) projecta tomar parte este ano em quatro ou cinco corridas em praças importantes, para no final da época cortar finalmente a coleta, o que pode acontecer na Feira da Piedade em Santarém, onde também se vai despedir o bandarilheiro Pedro Gonçalves.

Fotos D.R.


Próxima semana: todos os caminhos vão dar a Olivença!



Maestro Moura jantou com a Tertúlia "Zé Maria Cortes" no Campo Pequeno


O Maestro João Moura foi ontem o convidado de mais um jantar da Tertúlia Tauromáquica "Zé Maria Cortes", presidida por Francisco Mendonça Mira e formada por forcados que integraram vários grupos (uma verdadeira associação de forcados!), que decorreu no restaurante "CarnAlentejana", na praça de toiros do Campo Pequeno.
No período de perguntas e respostas, o Maestro - que no dia 7 de Junho comemorará no Campo Pequeno os seus 40 anos de alternativa - surpreendeu com revelações e opiniões sobre o momento que se vive na Tauromaquia nacional e alguns dos seus protagonistas...
Na foto, João Moura com os elementos da Tertúlia "Zé Maria Cortes", com o seu jovem bandarilheiro Miguel Cabecinha e com Miguel Alvarenga, que no final do repasto também se juntou ao grupo.
A noite durou até às tantas e foi um interessante convívio entre os valorosos forcados que honram nesta instituição a memória do saudoso José Maria Cortes e a primeira figura mundial do toureio a cavalo.

Foto Duarte Justino


Cartel de vedetas em treino ontem na quinta de João Moura Jr.

Diego Ventura e João Moura Júnior
Diego Ventura sem parança, em grande
Rui Fernandes: vinte anos de triunfos
João Moura Caetano mostrou os novos craques da quadra
João Moura Júnior em grande destaque
Filipe Gonçalves com a quadra "au point"
A cavaleira praticante Mara Pimenta evidenciou excelente forma
Paco Velásquez, o matador de toiros que se tornou cavaleiro
Rui Fernandes em grande forma para a comemoração dos seus 20 anos
de alternativa
Miguel Moura, Diego Ventura e João Moura. Em baixo, José Luis Cochicho


Animado e proveitoso dia de campo passado ontem na Herdade das Arengozinhas, em Elvas, propriedade do cavaleiro João Moura Júnior, que repartiu com vários companheiros um treino em que todos deixaram bem à prova o bom momento em que se encontram, bem como as suas quadras, para fazer face aos grandes desafios que protagonizarão na próxima temporada.
Participaram, além do anfitrião, Diego Ventura, Rui Fernandes, Filipe Gonçalves, João Moura Caetano, Miguel Moura, Mara Pimenta e Paco Velásquez.
As fotos falam por si.

Fotos Mónica Mendes

31 de Março: Gala do Moço de Forcado abre temporada em Évora



João Moura pode voltar a Madrid na Feira de Santo Isidro

João Moura pode regressar à sua praça talismã, Las Ventas,
onde em Junho de 1976 (em baixo, com o Rei Juan Carlos)
deu início à revolução de modificou o toureio a cavalo


Segundo o jornal espanhol "ABC", na sua edição on-line, o Maestro João Moura pode este ano regressar à Monumental de Madrid, na temporada em que comemora 40 anos de alternativa, integrado na Corrida Internacional durante a Feira de Santo Isidro.
De acordo com a publicação, João Moura actuaria como único cavaleiro na praça onde se despediu em 2013, formando cartel com os matadores Juan Bautista (francês), Juan del Álamo (espanhol), Luis David Adame (mexicano), Joaquín Galdós (peruano), Jesus Enrique Colombo (venezuelano) e Luis Bolívar (colombiano), frente a toiros da ganadaria El Pilar.

Fotos Marques Valentim e D.R.


Ontem, 6ª feira: 6.328 leram o "Farpas"



Visualizações de páginas de hoje
2 128
Visualizações de página de ontem
6 328
Visualizações de páginas no último mês
260 094
Histórico total 
de visualizações 
de páginas
19 882 906

O futuro dos nossos novilheiros em debate hoje na Azambuja: não falte!



Mais um grande concerto hoje no Campo Pequeno!



sexta-feira, 23 de fevereiro de 2018

Próxima semana: todos os caminhos vão dar a Olivença!


Pessoa de Carvalho continua na Chamusca



A Mesa Administrativa da Santa Casa da Misericórdia da Chamusca decidiu adjudicar a sua praça de toiros, por esta temporada, ao empresário Paulo Pessoa de Carvalho (foto ao lado), que já a explorava nos últimos anos, por considerar que a sua foi a proposta que "melhores condições ofereceu".
Além de Pessoa de Carvalho, concoreram à Chamusca os empresários José Luis Gomes e Luis Miguel Pombeiro e o cornetim Nuno Narciso.
Apesar da adjudicação, a praça continua interditada pela IGAC até que sejam feitas as obras de recuperação apontadas.

Fotos D.R. e Emílio de Jesus

Andy Cartagena teve alta e quer reaparecer em Castellón


Andy Cartagena teve alta hospitalar e vai começar as sessões de fisioterapia com vista à recuperação, depois da fractura do rádio do braço direito, por colhida no México. O desejo do rejoneador, que foi operado no Hospital Quirón em Barcelona, é reaparecer no próximo dia 5 de Março na Feira de Castellón.

Foto aplausos.es


Ontem, 5ª feira: 8.628 leram o "Farpas"



Visualizações de páginas de hoje
1 724
Visualizações de página de ontem
8 628
Visualizações de páginas no último mês
259 565
Histórico total 
de visualizações 
de páginas
19 876 174

Os imponentes toiros de Cary para 17 de Março em Santarém



Nas fotos, os imponentes toiros da ganadaria Cary para o segundo Festival Taurino (à tarde) de 17 de Março na Monumental de Santarém, a favor das vítimas dos pavorosos incêndios de Pedrogão Grande.
Serão lidados pelos cavaleiros António Telles, Luis Rouxinol, Sónia Matias, Filipe Gonçalves, Manuel Telles Bastos e Francisco Palha e pegados pelos grupos de forcados de Santarém e de Alcochete.
No mesmo dia, às 11 horas, tem lugar o primeiro Festival com toiros de distintas ganadarias (cartaz ao lado), os cavaleiros Brito Paes, Salgueiro da Costa, Parreirita Cigano, Luis Rouxinol Jr., David Gomes e Ricardo Cravidão e os grupos de forcados do Ribatejo, Montijo, Azambuja, Real de Moura, Aposento da Moita e Coimbra.

Fotos D.R./@Aplaudir

quinta-feira, 22 de fevereiro de 2018

2, 3 e 4 de Março: todos os caminhos vão dar a Olivença!




Tudo a postos para mais uma grande temporada no Campo Pequeno

A equipa liderada pela Drª Paula Mattamouros Resende e Rui Bento (foto de
baixo) está neste momento a dar os derradeiros retoques nos primeiros cartéis
de mais uma grande temporada no Campo Pequeno

A empresa do Campo Pequeno dá neste momento as últimas pinceladas nos cartéis da temporada, que como já anunciámos, vai estar composta por 12 espectáculos, 11 corridas de toiros (das quais quatro serão mistas) e uma novilhada, podendo os primeiros elencos ser anunciados ainda no final deste mês com a habitual conferência de imprensa.
Nomes como os de Manzanares, Roca Rey, "El Juli"Morante de la Puebla, António Ferrera e Juan José Padilla (que faz este ano a despedida das arenas e virá também dizer adeus ao público lisboeta) e outros estão sobre a mesa, para além das primeiras figuras do toureio nacional.
Momentos altos do Abono serão em Junho a corrida comemorativa dos 40 anos de alternativa de João Moura e em Agosto uma outra para assinalar os 20 anos de alternativa de Rui Fernandes - onde poderá ser repetido o cartel da noite do seu doutoramento, alternando com Moura e Pablo Hermoso.
A empresa continua em conversações com os apoderados de Diego Ventura, que nesta temporada assinala 20 anos de alternativa e nas duas últimas não toureou em Lisboa.
Outras novidades que estão na calha (ainda sem confirmação oficial) são as apresentações em Lisboa dos promissores cavaleiros António Prates e Ricardo Cravidão e a confirmação da alternativa de David Gomes.
A temporada abre a 5 de Abril, como a empresa já anunciou, com os cavaleiros Rui Fernandes, João Moura Jr. e João Ribeiro Telles e os grupos de forcados de Santarém e de Montemor, não estando ainda designados os toiros, que podem ser de Murteira Grave, de António Silva ou de Pinto Barreiros.
Segue-se no sábado 28 de Abril a tradicional novilhada, que será antecedida, à tarde, de um treino público e comentado do Grupo de Forcados Amadores de Lisboa e de uma exibição dos alunos da Academia de Toureio do Campo Pequeno, por forma a criar um dia taurino aliciante para os aficionados.
A segunda corrida será a 17 de Maio, com as presenças confirmadas de Pablo Hermoso de Mendoza e dos Forcados Amadores de Lisboa, seguindo-se a 7 de Junho a corrida de comemoração dos 40 anos de alternativa do Maestro João Moura, sendo esta a única corrida do mês de Junho, devido ao Mundial de Futebol e também à realização em Lisboa do Rock in Rio.
Haverá depois duas corridas em Julho, três em Agosto (uma das quais, dia 24, numa sexta-feira), duas em Setembro e uma em Outubro, a habitual gala à antiga portuguesa de encerramento da temporada.
Conforme a empresa já tornou público, as corridas este ano vão iniciar-se às 21h45 e não às 22 horas e não haverá intervalo, podendo os espectadores acorrer aos bares e às casas de banho no período entre o final de uma lide e o início da próxima - trata-se de uma experiência que vai ser posta em prática nas primeiras corridas e que será corrigida caso não resulte ou não seja do agrado dos aficionados.

Fotos Emílio de Jesus e M. Alvarenga



Paco Duarte despede-se das arenas em Setembro em Méntrida (Toledo)



No ano em que se comemora o 40º aniversário da sua célebre vigília de vários dias à porta da Monumental de Madrid a pedir uma oportunidade para ali tourear (que lhe acabou por cer concedida a 12 de Outubro de 1978), o popular bandarilheiro Paco Duarte (fotos) vai despedir-se das arenas no dia 9 de Setembro numa corrida de toiros mista em Méntrida (Toledo, Espanha), a localidade onde residiu durante mais de trinta anos.
Paco Duarte apresentou-se em público na antiga praça da sua terra, Malveira, a 15 de Agosto de 1972, repartindo cartel, como único espada, com os cavaleiros Luis Braizinha, João Moura, Varela Crujo, Brito Limpo e Manuel Jorge de Oliveira e depois de uma intensa campanha como novilheiro em Espanha, tomou a alternativa de matador de toiros em 1991 em Chelva (Valência), da qual viria a abdicar para se tornar bandarilheiro, sendo hoje reconhecido no país vizinho como o "Rei da Puntilla".

Fotos M. Alvarenga e D.R.


Dia taurino no próximo sábado na Azambuja



A vila de Azambuja vai ter a tarde deste sábado, 24 de Fevereiro, animada com um conjunto de actividades taurinas que terão como palcos o Auditório Municipal e a Praça de Toiros local.
O primeiro evento será o lançamento do livro “António Salema, a impressão digital de um azambujense aficionado” (ao lado), pelas 15h00, no Auditório do Páteo Valverde.
A obra celebra os quase 92 anos de vida de um homem muito querido em Azambuja, principalmente no meio taurino, e a sua enorme paixão pelo mundo dos toiros. Este livro, editado pelo Município de Azambuja, faz uma viagem por muitas histórias e memórias das várias décadas da intensa paixão de António Luís dos Santos Salema pela arte do toureio. O texto oferece, igualmente, uma panorâmica sobre a tauromaquia azambujense, com destaque para a sua declaração como Património Cultural Imaterial do Município de Azambuja.
Ao lançamento do livro, seguir-se-á um momento de verdadeira “festa brava”. Ali mesmo ao lado do Páteo Valverde, na Praça de Toiros “Dr. Ortigão Costa”, às 16h30, terá lugar uma aula prática de toureio a pé com a participação da escola de toureio da Associação Cultural A Poisada do Campino. A entrada na praça para assistir a essa aula será livre.
Pelas 18h30, as atenções regressam ao Auditório Municipal, desta feita para um Colóquio subordinado ao tema “Salvar a Tauromaquia Portuguesa é salvar os Novilheiros!”. Esta é uma iniciativa da Tertúlia “Festa Brava” e contará com um painel de cinco figuras ligadas ao universo taurino. Com a moderação a cargo do crítico Maurício do Vale, serão intervenientes João Santos Andrade (Associação Nacional de Criadores de Toiros de Lide), Nuno Pardal (Associação Nacional de Toureiros Portugueses), Miguel Alvarenga (“Farpas Blogue”) e Luís Miguel Pombeiro (jornal “Olé!”).
Após o colóquio haverá um jantar no restaurante “O Picadeiro” para o qual é necessária inscrição prévia (963 349 990 ou 263 402 170).