sábado, 27 de maio de 2017

Alta competição amanhã na tradicional corrrida da centenária Feira de Maio na Azambuja

Maestro Rui Salvador é o cabeça de cartaz, amanhã, da tradicional corrrida da
centenária Feira de Maio na Azambuja
Marcos Bastinhas, toureiro de emoção, amanhã na Azambuja
Duarte Pinto inicia a sua temporada amanhã na Azambuja. Em baixo, a jovem
cavaleira praticante Verónica Cabaço, que enfrentará um novilho de S. Martinho

Celebra-se amanhã, domingo, 28 de Maio, a partir das 18h30, a tradicional corrida de toiros à portuguesa da centenária Feira de Maio em Azambuja com um cartel aliciante e a prometer aguerrida competição.
Frente a imponentes toiros da ganadaria São Martinho, de Frei Elias, vão estar em praça os cavaleiros Rui Salvador, Marcos Bastinhas e Duarte Pinto e ainda a jovem praticante Verónica Cabaço (foto ao lado), que lidará um novilho da mesma divisa.
Nas pegas, saltarão à praça os forcados do Ribatejo, do Aposento do Barrete Verde de Alcochete e da Azambuja.
Uma corrida que promete!

Fotos Emílio de Jesus, Duarte Chaparreiro e D.R./@Verónica Cabaço/Facebook

4ª feira, 7 de Junho: Música de Cuba no Campo Pequeno



sexta-feira, 26 de maio de 2017

Sebastián Castella e o toiro "Hebrea" de Jandilla: triunfadores desta tarde em Madrid



O matador francês Sebastián Castella (fotos de cima) foi esta tarde o triunfador em Madrid, em mais uma corrida de lotação esgotada na Feira de Santo Isidro. Cortou a única orelha da tarde ao seu primeiro toiro, um magnífico exemplar da ganadaria Jandilla, o nº 94, de nome "Hebrea", premiado com volta ao ruedo. No seu segundo toiro, Castella foi ovacionado.
Francisco Rivera Ordoñez "Paquirri", que esta tarde se despedia do público de Madrid, foi silenciado nos seus dois toiros; López Simón foi aplaudido no primeiro do seu lote e silenciado no segundo.
Na corrida de amanhã, sábado, 27 (cartaz ao lado), lidam-se toiros de El Torero e actuam os matadores Joselito Adame, Francisco J. Espada (que confirma a alternativa) e Ginés Marín, o único matador de toiros que nesta Isidrada abriu (ontem) a porta grande de Las Ventas.

Fotos Plaza 1

Amanhã todos os caminhos vão dar à Moita!



Rui Fernandes inicia temporada portuguesa dia 8 em Lisboa



O cavaleiro Rui Fernandes fará dia 8 de Junho no Campo Pequeno, a sua primeira corrida da temporada de 2017 em Portugal.
Nesta corrida, em que se estreia a ganadaria dos irmãos Moura Caetano, Rui Fernandes alternará com o cavaleiro João Moura Caetano e o rejoneador espanhol Leonardo Hernández, estando as pegas a cargo dos grupos de forcados amadores de Alcochete e de Turlock.

Foto D.R.


Foto-reportagem de Carlos Silva: os melhores momentos de ontem na Chamusca

Filipe Gonçalves e o forcado Francisco Barreiros, do Aposento da Chamusca,
foram os vencedores dos troféus para a melhor lide e a melhor pega que ontem
estavam em disputa na tradicional corrida de quinta-feira da Ascensão na
Chamusca
Dois momentos da primeira lide de Filipe Gonçalves,
o triunfador da corrida de ontem na Chamusca. Os
toiros, de excelente nota, pertenciam a Manuel Veiga
Momentos memoráveis da segunda actuação de Filipe Gonçalves, que brindou
a lide ao cantor José Cid. Foi a lide premiada e no final houve também honras de
volta à arena para o ganadero Carlos Veiga
O bandarilheiro Diogo Malafaia
João Maria Branco foi autor de duas emotivas lides 
Um grande par do grande João Ferreira, que ontem repartiu o tércio de
bandarilhas com Tiago Santos e Fábio Machado, todos em grande plano
O matador Paco Velásquez enfrentou dois toiros de Manuel Veiga, mais complicado
o primeiro. No segundo, cuja faena brindou ao rejoneador Diego Ventura, conseguiu
boas séries e esteve em melhor plano

Fotos Carlos Silva

Amadores e Aposento: as 4 pegas de ontem na Chamusca

Os dois grupos de forcados da Chamusca (Amadores, comandados por Nuno
Marecos e Aposento, sob a chefia de Pedro Coelho dos Reis) competiram ontem
na corrida mista da Feira de Ascenção na praça da sua terra. O troféu para a
melhor pega foi conquistado pelo Aposento da Chamusca, pela última pega da
tarde, a única concretizada à segunda, por intermédio de Francisco Barreiros.
Fique a seguir com o filme das quatro pegas numa brilhante foto-reportagem
de Carlos Silva

1ª pega - Hélder Delgado (Amadores)
Hélder Delgado foi autor da primeira pega da tarde, com excelente e coesa ajuda
de todo o grupo, consumando a sorte ao primeiro intento

2ª pega - João R. Salgueiro (Aposento)
A segunda pega da tarde foi consumada à primeira por João Rui Salgueiro, com
uma grande ajuda do cabo Pedro Coelho dos Reis (Pipas) e de todos os
elementos do grupo

3ª pega - Igor Rabita (Amadores)
Igor Rabita pegou à primeira o quarto toiro da corrida (terceira pega da tarde),
muito bem ajudado por todos os elementos do grupo

4ª pega - Francisco Barreiros (Aposento)
Francisco Barreiros fez a quarta e última pega da corrida a um potente toiro de
Manuel Veiga, concretizando à segunda tentativa. A pega foi um monumento à
arte de pegar toiros. O forcado aguentou todos os derrotes sózinho até que o
grupo o ajudasse, já depois de consumar a sorte e se fechar com braços de ferro.
Apesar de ter sido a única pega da corrida executada à segunda, foi esta a pega
vemcedora do troféu que estava em disputa. A sequência de Carlos Silva fala
por si

Fotos Carlos Silva